quarta-feira, 29 de maio de 2013

Asssembleia Legislativa do Rio Grande do Norte abre 85 vagas

Cargos são de nível médio e superior.
Os salários vão de R$ 2.609,48 a R$ 17.025.

Do G1, em São Paulo


Asssembleia Legislativa do Rio Grande do Norte
Inscrições
De 10 de junho a 8 de julho
Vagas
85
Salário
De R$ 2.609,48 a R$ 17.025
Taxa
De R$ 68 a R$ 98
Provas
1º de setembro
A Asssembleia Legislativa do Rio Grande do Norte divulgou edital de concurso público para 85 vagas em cargos de nível médio e superior. Os salários variam de R$ 2.609,48 a R$ 17.025.

No site da Fundação Carlos Chagas, é possível ver o edital(acesse o edital).

Os cargos de nível superior são para analista legislativo, arquitetura, analista de sistema, biblioteconomia, enfermagem, engenharia civil, jornalismo medicina – clínica geral, psicologia e assessoria técnico do controle interno.

As vagas de nível médio são para técnico legislativo nas funções de operador de som, programador, taquigrafia e técnico em hardware.

As inscrições deve ser feitas a partir das 10h do dia 10 de junho até as 14h do dia 8 de julho pelo sitewww.concursosfcc.com.br. A taxa é de R$ 68 para nível médio, R$ 89 para nível superior e R$ 98 para o cargo de assessor técnico do controle interno.

A seleção será feita por meio de prova objetiva e discursiva-redação, exceto para os cargos de técnico legislativo nas funções de operador de som, programador e técnico em hardware, que farão estudo de caso. Ainda haverá prova prática de taquigrafia para técnico legislativo na função de taquigrafia.

As provas objetiva e discursiva – redação/ estudo de caso serão aplicadas no dia 1º de setembro na cidade de Natal.

A prova prática de taquigrafia será aplicada no dia 8 de dezembro na cidade de Natal.

O concurso terá validade de 2 anos e poderá ser prorrogado por igual período

Fonte: http://g1.globo.com/concursos-e-emprego/noticia/2013/05/asssembleia-legislativa-do-rio-grande-do-norte-abre-85-vagas.html
.

RN tem mais de 43 mil jovens em situação de trabalho infantil

São 43.304 crianças e adolescentes no trabalho infantil no estado.
Proporcionalmente, zona rural tem mais pessoas nessa condição.

Felipe GibsonDo G1 RN
O Rio Grande do Norte tem 43.304 crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil. A maioria é homem e trabalha no perímetro urbano das cidades. Os números estão no mapa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que trata dos indicadores sobre a situação de pessoas de 10 a 17 anos de idade em relação a trabalho e educação. Os dados foram elaborados com base nos resultados da amostra do Censo Demográfico 2010.


O mapa interativo com os indicadores do estado pode ser acessado na página http://censo2010.ibge.gov.br/trabalhoinfantil/

A quantidade de crianças e adolescentes trabalhando no RN correspondia a 9% da população de 10 a 17 anos no estado em 2010. Natal era a cidade que possui mais jovens nessa condição. São 7.823 pessoas entre 10 e 17 anos com alguma ocupação trabalhista.


Na sequência vem Mossoró, região Oeste potiguar, onde 2.393 jovens trabalhavam. A lista segue com as cidades de Parnamirim, na Grande Natal, com 1.757; Caicó, na região Seridó, com 1.096; e Macaíba, também na Grande Natal, com 1.026.



Apesar de 27.925 jovens do estado trabalharem no perímetro urbano, proporcionalmente as áreas rurais tiveram mais jovens na situação. Das 120.431 crianças e adolescentes residentes na zona rural, 12,7% estavam em situação de trabalho infantil.



Educação

Das crianças e adolescentes trabalhando no Rio Grande do Norte, 8.981 não frequentam a escola, o que dá 20,7% do total de trabalhadores infantis. O percentual potiguar ficou acima da taxa do Nordeste (18,9%), mas inferior à do Brasil (21,1%).



Em alguns municípios do estado, a taxa de jovens ocupados que não frequentam a escola supera os 20% da população entre 10 e 17 anos que trabalha. São exemplos como Alto do Rodrigues, a 339 quilômetros de Natal, que acumula um índice 31,6%.



Já o percentual de jovens ocupados que não são alfabetizados no RN ficou em 4%, índice menor do que o nordestino (5%), mas superior ao brasileiro (2,4%). Na capital potiguar a taxa de analfabetismo entre pessoas de 10 e 17 anos que trabalham é de 2,7%, um dos menores do estado.



Cidades como Almino Afonso, cidade a 340 quilômetros de Natal, possuem índices mais altos. No município em questão a taxa de analfabetismo entre as crianças e adolescentes trabalhando foi de 28% em 2010.

Fonte:http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2013/05/rn-tem-mais-de-43-mil-jovens-em-situacao-de-trabalho-infantil.html

Doença de Chagas pode provocar depressão, diz estudo

De acordo com pesquisa, doença pode levar a desequilíbrio neuroquímico

Da Agência Brasil
Receber o diagnóstico de uma enfermidade como a doença de Chagas pode causar mudanças na rotina, nos planos e no estado de espírito dos pacientes? Pode causar apatia e tristezas nos anos subsequentes ao diagnóstico da enfermidade?

Essas e outras perguntas relacionadas à doença começam a ser respondidas por pesquisadores da IOC/Fiocruz (Fundação Instituto Oswaldo Cruz) que desenvolveram estudo inédito identificando linhagens do protozoário Trypanosoma cruzi (causador da doença de Chagas). Os tipos 1 e 2, circulantes no Brasil, podem provocar desequilíbrio neuroquímico no paciente, resultando em associação biológica entre a doença e o quadro depressivo.

A constatação foi feita a partir do laboratório de biologia das interações da Fiocruz, onde a equipe liderada pela pesquisadora Joseli Lannes identificou que o protozoário causador da doença pode desencadear uma desordem imunológica e neuroquímica associada ao quadro depressivo entre os pacientes.

A partir do estudo, a equipe de pesquisadores concluiu que a mudança de comportamento registrada nos portadores da doença se dá “a partir da incerteza do destino e do elevado percentual de incurabilidade da doença, agravados pelo baixo nível socioeconômico predominante entre os portadores da enfermidade”.

Publicado na revista científica de referência Brain, Behavior and Immunity, o estudo, cuja autora principal é Glaucia Vilar-Pereira, derruba de certa forma a tese predominante até então na literatura médica de que o transtorno recorrente entre pacientes crônicos – e que levava à depressão – era motivado por fatores psicológicos. O estudo sugere, ainda, um tratamento combinado à base de drogas já disponíveis no mercado: benzonidazol e pentoxifilina.

Segundo a Fiocruz, a ideia que deu origem à pesquisa surgiu quando Joseli Lannes realizava experimentos sobre danos cardíacos com camundongos e, ao longo do estudo, notou que alguns dos animais eram mais apáticos.

Na avaliação de Joseli uma marca inconfundível da depressão é a desistência do paciente - neste caso, do animal. “Para identificar o que estava acontecendo, utilizamos dois grupos de camundongos. Cada grupo foi infectado com cepas tipo 1 e tipo 2 de Tripanosoma cruzi. Constatamos que só o primeiro grupo apresentava imobilidade e desistência quando submetido a testes”.

Para a pesquisadora, esse “era um sinal preliminar de que a depressão, na doença de Chagas, poderia não ser um processo psicossomático. Afinal, o animal não tem consciência da doença ou de sua condição social. Os dados indicariam, enfim, que o processo não é associado ao sickness behavior mas, de fato, à depressão”, esclarece.

A cepa tipo 1 é encontrada em todo o Brasil, com maior incidência nas regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste. Estima-se que existam dois milhões de portadores da doença de Chagas no País.

Em busca dos biomarcadores que justificassem o comportamento apático dos camundongos, a equipe identificou que os níveis da enzima IDO, que compromete a síntese de serotonina — o neurotransmissor associado à satisfação e à felicidade – estavam acima do normal nos animais incluídos no experimento.

Para Joseli, isso acontece porque a presença do parasito no organismo, ainda que reduzida na fase crônica da doença, induz à expressão da enzima IDO no sistema nervoso central. “Essa enzima degrada o triptofano, aminoácido substrato para a produção da serotonina, reduzindo, assim, os níveis deste neurotransmissor”, explicou.

Os pesquisadores trataram os camundongos com uma combinação de benzonidazol, quimioterápico utilizado contra o parasito, e fluoxetina, antidepressivo que aumenta a disponibilidade da serotonina no cérebro. Os resultados foram satisfatórios, mas a melhora significativa dos animais ainda não convenceu a equipe.

— Sabemos que 30% da população mundial não responde à fluoxetina, principalmente pacientes com câncer e doenças autoimunes. Isso ocorre porque nem toda depressão é causada apenas por desordens químicas envolvendo a serotonina. A resposta imunológica à doença também participa deste processo.

Os pesquisadores partiram, então, para a análise dos níveis de fator de necrose tumoral (TNF) nos camundongos. Trata-se de uma citocina produzida pelo sistema imunológico durante infecções por parasitas e na presença de tumores, associada a inflamações sistêmicas e alterações de comportamento, como a anorexia.

A resposta aos experimentos que se sucederam foi positiva, o que possibilitou à equipe confirmar que o quadro depressivo, na doença de Chagas, é resultado de um complexo circuito imunológico que interfere de forma contundente no sistema nervoso central, tendo como agente deflagrador o próprio parasito trypanosoma cruzi.

— Muitas doenças inflamatórias crônicas, tais como artrite reumatoide, também são associadas à depressão e muitos pacientes não respondem a antidepressivos comuns. Nossos achados transcendem a doença de Chagas, pois acreditamos que a pentoxifilina possa ser usada de forma muito mais ampla, estendendo os benefícios a pacientes de diversos agravos.

O próximo passo será estender o experimento aos seres humanos. Em breve, uma parceria entre o Laboratório de Biologia das Interações do IOC e o Ambulatório de Referência em Doença de Chagas - coordenado por Wilson Oliveira Junior e vinculado ao Procape (Pronto-Socorro Cardiológico Universitário de Pernambuco), da UPE (Universidade de Pernambuco) — possibilitará a realização de uma pesquisa clínica para investigar o uso da terapia sugerida pela equipe liderada por Joseli.

A proposta é realizar um estudo com a participação de psicólogos e cardiologistas, com duração prevista de dois anos, para só então testar as intervenções terapêuticas sugeridas pela equipe do IOC.

Para a especialista, se comprovada a eficácia, o protocolo sugerido poderá ser implementado nas unidades de saúde sem demora, uma vez que o benzonidazol, a pentoxifilina e a fluoxetina já estão aprovadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e disponíveis no mercado.

A Fiocruz esclareceu, ainda, que o estudo contou com a colaboração do Laboratório de Biologia Molecular e Doenças Endêmicas do IOC, bem como de pesquisadores do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina da UFF (Universidade Federal Fluminense) e do Laboratório de Farmacologia da Neuroplasticidade e do Comportamento, do Instituto de Ciências Biomédicas da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Facebook reformula diretrizes após protestos por comentários de estupro

O Facebook anunciou que vai atualizar suas políticas e diretrizes relacionadas a conteúdo "nocivo e de incitação ao ódio" depois de receber queixas por parte de uma campanha que acusa a rede social de permitir brincadeiras e comentários abusivos sobre estupros e abusos de mulheres.
O vice-presidente de política pública do Facebook, Marne Levine, afirma que a rede social "completará a revisão e atualizará as diretrizes" em relação aos chamados discursos de incitação ao ódio e ressaltou que está buscando ajuda dos especialistas legais no tema, de grupos de mulheres e de outros grupos "que enfrentaram historicamente a discriminação".
"Nos últimos dias ficou claro que nossos sistema falhou em detectar e eliminar o discurso de incitação ao ódio e que não funcionou de forma tão efetiva quanto gostaríamos, particularmente em relação ao ódio baseado no gênero", afirmou o comunicado publicado por Levine na terça-feira.
"Em alguns casos, o conteúdo não está sendo eliminado tão rapidamente quanto gostaríamos. Em outros casos, o conteúdo deveria ser eliminado, mas não foi ou foi avaliado utilizando critérios antigos... Precisamos fazer isso melhor, e conseguiremos".
O Facebook anunciou as mudanças uma semana após o início de uma campanha organizada pela ONG Women, Action & The Media, que acusa a rede social de "ter permitido durante muito tempo conteúdos que apoiam a violência contra as mulheres".
"Afirmam que estas páginas entram na categoria 'humorística' de suas políticas ou diretrizes ou que são mostras de 'liberdade de expressão'", afirmou o grupo em sua campanha
Depois do anúncio do Facebook, a organização interrompeu sua campanha.
"Estamos alcançando um ponto de inflexão internacional em atitudes de estupro e violência contra as mulheres", afirma Jaclyn Friedman, diretor-executivo do grupo.
"Esperamos que este esforço seja considerado um testemunho do poder das ações coletivas", completou.
bur-rl/jk/pl/yow/ma/dm

blog do brother Washington de Lajes: Audiência Pública em Lajes/RN, assuntos de seguran...

Excelente matéria de Washington Fernandes sobre a Audiência Pública  em Lajes/RN.
Leia!

blog do brother Washington de Lajes: Audiência Pública em Lajes/RN, assuntos de seguran...:      Ontem dia 28/05/2013 às 19:00hs, como estava programado durante 15 ou 20 dias uma audiência pública que foi realizada nas independ...

terça-feira, 28 de maio de 2013

Dizer que é bom... Sei não...

Vejo pela internet alguns comentários no calor da emoção...

A Educação está boa ali, está mau acolá...
Não está boa não. Tem que melhorar. A própria sociedade é reflexo disso. A sociedade brasileira vive num  tempo de violência que vai do menor aos adultos.

Professores - Educadores tendo que ter 2 empregos para poder ter uma vida digna. Muitas escolas desse país sucateadas e nas que não são vemos serem castrados os direitos dos servidores públicos: quinquênios, licença prêmio. Alegação: "prêmio pode se dar ou não..."; "quinquênios? Não foram retirados da lei...". Isso é coisa de trabalhador. Acontece muito por aí, por aqui , por acolá.

Se existe a possibilidade de uma mudança social, ela só acontecerá por meio de uma política educacional séria, de qualidade, de humanidade. Mas dizer que está bom... Sei não....

segunda-feira, 27 de maio de 2013

AUDIÊNCIA PÚBLICA


Jornal: índice oficial aponta miséria em acesso a trabalho e educação

Governo Dilma Rousseff melhora a renda dos pobres, mas não solucionou seus baixos níveis de acesso a emprego e educação


Segundo reportagem publicada nesta segunda pelo jornal Folha de S. Paulo, o governo de Dilma Rousseff melhorou a renda dos pobres, mas não solucionou seus baixos níveis de acesso a emprego e educação. A publicação afirma que o a estatística é de um indicador criado pelo próprio governo federal para analisar a pobreza, chamado de Índice de Desenvolvimento da Família (IDF), Abastecido pelo Cadastro Único (banco de dados federal sobre famílias de baixa renda), o IDF possibilita uma mensuração detalhada da situação dos pobres do País.
De acordo com o periódico, em vez de definir a condição social só pela renda, o IDF a divide em seis dimensões: vulnerabilidade da família, disponibilidade de recursos (renda), desenvolvimento infantil, condições habitacionais, acesso ao trabalho e acesso ao conhecimento. A nota de cada dimensão varia de 0 a 1 Juntas, o que gera uma média geral - que, no caso dos pobres brasileiros, está em 0,61. O índice de renda, por exemplo, está acima da média: 0,63. No entanto, o acesso ao conhecimento - que capta a situação de adultos e de parte dos adolescentes – está em 0,38 e o de acesso ao trabalho, em 0,29.
Fonte:http://noticias.terra.com.br/brasil/jornal-indice-oficial-aponta-miseria-em-acesso-a-trabalho-e-educacao,98eacf7aaa4ee310VgnVCM5000009ccceb0aRCRD.html

sábado, 25 de maio de 2013

Lore - De Carona pro Mar (WEBCLIPE OFICIAL)

Confira!


Link Para download da música:https://soundcloud.com/lorenzodihls/l...
Patrocinadores:

BIG PÃO, CONNO PIZZA, STOP BAURU, N GRUPO IMOBILIÁRIO, SOS TORNEIRAS E GUSTAVO VEIGA FOTOGRAFIA.

Áudio: Duda Follman
Imagens: Gustavo Veiga/Lucas Tafernaberri
  • Categoria

  • Licença

    Licença padrão do YouTube

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Acesse!

Blog da Elis RN

http://blogdaelisrn.tumblr.com/post/51254658759/asa-branca-asa-branca-ou-pomba-asa-branca

Chove em alguns bairros de Parnamirim - RN

Imagens do bairro de Cajupiranga em Parnamirim - RN








DISK DENÚNCIA - LAJES/RN


CUIDADO COM A DENGUE!

SE VOCÊ NÃO CUIDAR A DENGUE PODE TE MATAR!

CASO TENHA ESSES SINTOMAS PROCURE UM MÉDICO 
OU UM POSTO DE SAÚDE!

ESSE MOSQUITO MATA!





Fátima comemora conquista do curso de Medicina para a UFERSA


Imagem Interna 

O MEC acaba de confirmar, através de oficio encaminhado ao reitor Arimatea Matos, que a UFERSA foi contemplada com 60 vagas para o Curso de Medicina. Em 2016 serão ofertadas 30 vagas e no ano seguinte mais 30. 
A deputada federal Fátima Bezerra (PT) parabeniza a comunidade da UFERSA, a cidade de Mossoró e toda região por essa importante conquista, que teve início na gestão do ex-reitor da Instituição, professor Josivan Barbosa, agora concretizada sob a coordenação do professor Arimatea Matos.
 
“Estou muito feliz por ter participado dessa luta, por ter dado a minha contribuição para que a exemplo da UFRN, a UFERSA também realizasse seu sonho, o de ampliar o acesso ao ensino superior com a oferta de vagas no curso de Medicina. Quero saudar o professor Arimatea Matos pelo empenho, e o MEC pela sensibilidade, através do Ministro Aloizio Mercadante e do Secretário Executivo, Henrique Paim, em atender essa importante reivindicação. O curso de medicina na UFERSA é mais uma demonstração do compromisso do governo da presidenta Dilma, do PT e aliados, na ampliação das oportunidades educacionais no campo do ensino superior para a nossa juventude”, ressaltou Fátima.

Fonte:http://portal.fatimabezerra.com.br/site2011/noticias.php?id=3930

Pai de Dinho processa Marco Feliciano




Nos próximos dias, o deputado federal Marco Feliciano deverá ser notificado judicialmente. Isso porque existe um processo sendo movido contra ele pela família de Alecsander Alves Leite, o Dinho, da banda Mamonas Assassinas. A ação pede R$ 10 mil de reparação de dano moral e será ajuizada ainda nesta semana na Vara Cível de Guarulhos, em São Paulo, segundo declaração do advogado da família, Darci Pannocchia, em entrevista ao site Caras.


Feliciano, que também é presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara e pastor da Assembleia de Deus, chegou a afirmar em um culto que Dinho 'se vendeu ao Diabo' e que o acidente aéreo que provocou a morte dos integrantes da banda foi um "castigo de Deus". "Quem era o Dinho? Era da Assembleia de Deus de Guarulhos, vendeu a comunhão dele. Se vendeu ao diabo pelo vil dinheiro", argumenta (veja vídeo abaixo). Em seguida, ele fala da morte do grupo. "Deus fulminou aqueles que tentaram colocar palavras torpes na boca das nossas crianças", continua.

Sobre o processo, Hildebrando Alves Leite, pai do cantor, disse que não tem o objetivo de ganhar dinheiro com a ação. "Ele falou mal de uma pessoa que não está mais aqui para se defender. A indenização é o mínimo, só para reconhecimento. Meu objetivo não é ganhar dinheiro com isso, acho ridículo. Para ganhar dinheiro tem que trabalhar", disse.

A família do cantor também é evangélica, mas não concorda com o comportamento do deputado. "Minha mulher é ministra na igreja, trabalha na Assembleia. Os crentes de bom senso acharam um absurdo. Se trata de uma coisa que você não tem como provar. É um cara totalmente louco", afirmou Hildebrando à publicação.

Quando resolveu processar o Feliciano, o pai do cantor disse que recebeu apoio de muitas pessoas, inclusive do Senado. "Só faltaram me carregar nos braços. Recebi apoio do Senado, me convidaram para ir lá, mas não para fazer campanha, mas para defender o meu filho", diz.

Depois de ajuizada a ação, o deputado terá 15 dias para responder aos termos do processo. O juiz deve dar um parecer em breve.

Fonte: A Tarde
Reblogado de: http://www.cidadeverde.com/pai-de-dinho-processa-marco-feliciano-133664

Média salarial do mercado formal em Natal é de R$ 1.744, aponta IBGE

Fernanda ZauliDo G1 RN
A média salarial do trabalhador que atua no mercado formal em Natal foi de R$ 1.744 - o equivalente a 3,2 salários mínimos - em 2011. O dado consta no Cadastro Central de Empresas 2011 (Cempre), divulgada nesta sexta-feira (24) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com o estudo, o ramo de indústria extrativa é o que paga melhor na capital potiguar: em média 23,9 salário mínimos, ou R$ 13.025.

De acordo com os dados, em Natal, 336.604 pessoas estavam ocupadas no mercado formal da capital. A atividade que mais emprega é administração pública, defesa e seguridade social (89.011), seguida por comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas (66.456), e atividades administrativas e serviços complementares (31.919).
Das 59.294 unidades locais de empresas e outras organizações formais ativas no Rio Grande do Norte, 23.765 estão em Natal, o que representa 40,1% do total do estado. A atividade econômica que tem mais unidades locais é comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas, com 27.764 unidades, seguida por indústrias de transformação, com 4.204 unidades.
Em Natal, as maiores perdas de participação no mercado de trabalho ocorreram nas atividades de administração pública, 1,9 ponto percentual, e indústrias de transformação, 1,8 ponto percentual. Os maiores ganhos de participação, por sua vez, foram observados na construção,  1,9 pontos percentuais.
De acordo com o supervisor de disseminação de informações do IBGE no estado, Ivanilton Passos, a construção civil tem tido um bom desempenho na economia do Rio Grande do Norte nos últimos anos. "Certamente esse aumento está relacionado ao crescimento imobiliário, principalmente na região metropolitana de Natal", disse.
Sobre a estatística
O Cadastro Central de Empresas (Cempre) do IBGEx cobre o universo das organizações inscritas no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica - CNPJ, da Secretaria da Receita Federal, que no ano de referência declararam informações às pesquisas econômicas do IBGE ou aos registros administrativos do Ministério do Trabalho e Emprego. Ele abrange entidades empresariais, órgãos da administração pública e instituições privadas sem fins lucrativos ativas no ano de referência, com endereço de atuação no Brasil, e com fundação até 31 de dezembro de 2011.
Fonte:http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2013/05/media-salarial-do-mercado-formal-em-natal-e-de-r-1744-aponta-ibge.html
Segundo o G1 do RS:
Rio Grande do Sul tem a sexta melhor remuneração do país, com média de 3,1 salários mínimos por mês, junto com Rondônia e Tocantins. O primeiro lugar ficou com o Distrito Federal, com média de 6,3 salários mínimos. Rio de Janeiro (3,9), São Paulo e Amapá (3,8), Roraíma (3,4), Amazonas e Acre (3,2) estão na sequência.
Fonte:http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2013/05/gauchos-recebem-media-de-31-salarios-minimos-mensais-diz-ibge.html

Mais de 30.000 acessos! Obrigada!


quinta-feira, 23 de maio de 2013

Jasmim-manga

Leia!
É só clicar no link abaixo:

http://blogdaelisrn.tumblr.com/post/51183244916/jasmim-manga-o-jasmim-manga-e-uma-arvore

Suspeito de atirar em oficial da PM em Natal é preso no interior do RN

Pistola .40 usada no atentado contra o tenente-coronel Pires foi apreendida.
Prisão ocorreu no município de Lajes após assalto a uma loja.

Do G1 RN

Um assalto no município de Assu, a 211 quilômetros de Natal, terminou com a prisão de três homens e a apreensão de dois adolescentes nesta quarta-feira (22). Um deles é suspeito de balear um tenente-coronel da Polícia Militar na última sexta-feira (17) no bairro de Nova Descoberta, zona Sul da capital potiguar. De acordo com a polícia, a pistola .40 utilizada no atentado contra o oficial estava com os suspeitos, que foram presos na BR-304 já na altura da cidade de Lajes, a 125 quilômetros de Natal.

O tenente-coronel Agnaldo Pires Filho, chefe de gabinete do Comando Geral da PM do RN foi baleado quando chegava. O comandante geral da PM, coronel Araújo Silva, acredita que os homens atiraram no oficial pelo fato de ele estar fardado.

De acordo com o tenente Renê Pereira, comandante do pelotão de Lajes, os indícios apontam para a participação do suspeito no crime. "Ele chegou a confirmar e depois desconversou", relata. De acordo com o comandante o suspeito responde processos por assalto, em Assu, e homicídio, em Caicó, na região Seridó do RN. "Além disso, ele tem parentes morando perto da região em que o coronel foi baleado", acrescenta o tenente.

A arma utilizada no crime teria sido roubada de um policial civil de Parnamirim, município da Grande Natal, segundo informa o comandante do pelotão de Lajes.

Suspeitos roubaram R$ 10 mil em Assu

Acompanhado de outros dois homens e dois adolescentes, o suspeito assaltou uma loja de rolamentos em Assu, onde roubaram R$ 10 mil em dinheiro. O crime ocorreu por volta das 11h e os suspeitos fugiram em um Palio branco, conforme explica o tenente Pereira. "Soubemos que eles despistaram barreiras e pegaram um carro de frete para continuar. Abordamos vários veículos até localizarmos", reforça. As prisões e apreensões aconteceram às 12h30.

Os suspeitos foram levados para a Delegacia de Polícia de Assu para serem autuados.

Fonte:http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2013/05/suspeito-de-atirar-em-oficial-da-pm-em-natal-e-preso-no-interior-do-rn.html

Médico joga dois cães do sexto andar de prédio no Rio

Os dois animais, das raças poodle e pastor alemão, morreram na hora. Após o episódio, o homem desceu para a rua e quase foi linchado por populares

Agência Estado

O médico ortopedista Rogério Povilaitis Dominguez, de 51 anos, jogou dois cachorros da janela do apartamento da própria mãe, no sexto andar de um prédio na rua Belford Roxo, em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (22) à noite.

Os animais, das raças poodle e pastor alemão, morreram na hora. Após o episódio, o homem desceu para a rua e quase foi linchado por populares. Ele foi detido por PMs e levado à 12ª Delegacia de Polícia (Copacabana), onde prestou depoimento.
Dominguez foi autuado por abuso e maus tratos contra animais, previsto no artigo 32 da lei 9.605/1998 (Lei de Crimes Ambientais), e foi liberado porque não há prisão em flagrante para este crime. Se condenado, a pena varia de três meses a um ano de prisão, além de multa.
Em depoimento, o médico disse que estava sozinho no apartamento da mãe, e que um vulto teria "defenestrado" os cães. Na delegacia, parentes afirmaram que Povilaitis sofre de transtornos mentais e depressão há vários anos.
Moradores do edifício contaram que a mãe do médico tem um terceiro cachorro, que não estava no apartamento.
Fonte:http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/rj/2013-05-23/medico-joga-dois-caes-do-sexto-andar-de-predio-no-rio.html

Câmara aprova cota para dependentes químicos em recuperação

Projeto prevê reserva de vaga de até 3% em licitações públicas e permite a internação involuntária de viciados


Eduardo Bresciani - O Estado de S. Paulo
A Câmara dos Deputados aprovou a criação de uma cota em licitações públicas para a contratação de dependentes químicos em processo de recuperação. A medida foi aprovada dentro do projeto que altera o Sistema Nacional de Políticas sobre Drogas permitindo a internação involuntária de dependentes com base em pedido de familiares ou trabalhadores da área da saúde. O projeto, porém, não teve a votação concluída e falta ainda decisão sobre o agravamento de pena para traficantes envolvidos em organizações criminosas. O tema terá ainda de ser analisado pela Câmara para que siga ao Senado.
A criação de uma cota para a contratação de dependentes em recuperação provocou debate em plenário. O líder do PDT, André Figueiredo (CE), afirmou que a medida poderia prejudicar outros trabalhadores. “Não podemos incentivar o demérito, ou seja, que aquele que nunca usou droga possa ser prejudicado pelo que já usou”. O argumento dos parlamentares favoráveis à proposta é que o acesso ao trabalho é uma parte importante do processo de recuperação do dependente. “Quem trabalha tem um índice de reincidência muito menor”, argumentou o deputado Anthony Garotinho, líder do PR.
A reserva de vagas é de 3% dos empregos em licitações de obras públicas que gerem mais de 30 postos de trabalho. Na votação, a bancada do PT tentou retirar do texto um artigo que retira a possibilidade de emprego por meio da cota a dependentes que tiverem recaídas. O plenário, porém, manteve a exigência de abstinência do uso para ser beneficiado. Além de se manter longe do vício, o dependente em recuperação terá de atender os requisitos solicitados pela empresa, cumprir as normas do empregador e seguir seu plano individual de atendimento.
Fonte:http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,camara-aprova-cota-para-dependentes-quimicos-em-recuperacao,1034552,0.htm

quarta-feira, 22 de maio de 2013

BLOG DA ELIS RN - DO BRASIL - PARA O MUNDO!

ACESSE O BLOG DA ELIS RN SEJA NO BLOGGER OU NO TUMBLR!

http://blogdaelisrn.tumblr.com/post/51094043302/a-cidade-no-passado-teve-o-algodao-como-um-de-seus

O laço e o abraço- Mário Quintana


"Meu Deus! Como é engraçado.
Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço.
Uma fita dando voltas. Enrosca-se, mas não embola.
Vira, revira, circula e pronto, está dado o laço.
É assim que é o abraço (...)
Ah, então é assim o amor, a amizade, tudo que é sentimento.
Como um pedaço de fita.
Enrosca, segura um pouquinho, 
mas não pode se desfazer a qualquer hora, 
deixando livre as duas bandas do laço.
Por isso é que se diz: laço afetivo, laço de amizade.
E quando alguém briga então se diz: romperam-se os laços.
Então o amor, a amizade são isso.
Não prendem, não escravizam, não apertam, não sufocam.
Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço."



Mário Quintana




Escolas receberão R$ 100 milhões para investir em cultura

Mariana Tokarnia
Repórter da Agência Brasil

Brasília - A partir do segundo semestre deste ano, escolas públicas de ensino integral terão dinheiro para promover atividades culturais pelo Programa Mais Cultura nas Escolas, lançado  dia (21) pelos ministérios da Educação e da Cultura. "Estaremos potencializando a difusão cultural. Muitos professores querem, mas não sabem como fazer", diz a ministra da Cultura, Marta Suplicy.

Serão selecionados 5 mil projetos. Cada escola contemplada receberá entre R$ 20 mil e R$ 22 mil, que serão usados em apresentações de teatro, música, dança, circo, artes visuais, cultura indígena, cultura afrobrasileira, além de atividades externas, como visitas a museus.

Estão aptas a se inscrever 34 mil escolas de educação básica, que participam dos programas Mais Educação e Ensino Médio Inovador. "A jornada maior é o que permite desenvolver as atividades com mais qualidade", explica o ministro da Educação, Aloizio Mercadante.

De acordo com a ministra, o projeto é uma demanda tanto dos professores quanto dos artistas e agentes culturais. Eles poderão criar um plano de atividade cultural, envolvendo linguagens artísticas e manifestações da cultura. Como a inscrição será feita apenas pelos diretores das escolas, os grupos de cultura que quiserem participar devem procurar as secretarias de Educação municipais e estaduais.

As escolas serão escolhidas por um grupo de representantes dos ministérios da Educação, da Cultura e por professores de universidades federais. Os projetos serão selecionados de acordo com o histórico de atuação dos grupos culturais e de acordo com a qualidade do projeto apresentado. Será levado em consideração o equilíbrio regional e o equilíbrio temático.

Segundo o ministro Aloizio Mercadante, todos os estados e o Distrito Federal serão contemplados. Os projetos serão desenvolvidos pelas escolas e será exigida prestação de contas da utilização dos recursos. As escolas deverão enviar também fotografias e vídeos que provem a execução das atividades. "A escola que não enviar o registro pode não participar do próximo edital", explica Mercadante.

As inscrições começaram dia 21 e vão até o dia 30 de junho no portal do Simec . O resultado será divulgado no começo de agosto. Os recursos serão encaminhados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) pelo Programa Dinheiro Direto da Escola (PDDE).

22 de maio - DIA DO ABRAÇO!


Pesquisadores da UFRN anunciam descoberta de estrela gêmea do Sol

Estrela CoRot Sol 1 é cerca de dois bilhões de anos mais velha que o Sol.
Para cientistas, análise do astro ajuda a prever futuro do Sistema Solar.

Representação artística de CoRoT Sol 1 e uma cronologia da evolução do Sol (Foto: Reprodução/DFTE-UFRN)Representação artística de CoRoT Sol 1 e uma cronologia da evolução do Sol (Foto: Reprodução/DFTE-UFRN)
Pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) anunciaram a descoberta da CoRot Sol 1, nome dado à estrela gêmea solar conhecida como a mais distante da Via Láctea, galáxia que abriga o sistema solar. De acordo com os cientistas, a análise do astro ajuda a prever o futuro do Sol, além de dar aos astrônomos a oportunidade de testar as atuais teorias da evolução estelar e solar.
O líder da equipe de pesquisadores, José Dias do Nascimento, explica que a CoRoT Sol 1 é cerca de 2 bilhões de anos mais velho que o Sol, mas seu período de rotação é quase o mesmo. "É a única estrela com essas características que é mais velha do que o Sol", informa o astrônomo. A massa e composição química de ambas é semelhante, conforme o estudo desenvolvido na UFRN. No entanto, ao contrário das outras gêmeas solares, que são relativamente brilhantes, o brilho da CoRoT Sol 1 é 200 vezes mais fraco do que o do Sol.
O fato de a estrela gêmea estar em um estágio ligeiramente mais evoluído que o Sol será utilizado para análises sobre o futuro do Sistema Solar. "Em 2 bilhões de anos, na idade que o Sol terá a idade atual da gêmea solar CoRoT Sol 1, a radiação emitida pelo Sol deve aumentar e tornar a superfície da Terra tão quente que a água líquida não poderá mais existir lá em seu estado natural", comenta Nascimento. As informações analisadas pela equipe foram captadas por uma satélite CoRoT, lançado em 2006 e operado do Havaí, nos Estados Unidos.
Imagem do satélite que captou as imagens do CoRoT Sol 1 (Foto: Reprodução/DFTE-UFRN)Imagem do satélite que captou as imagens do CoRoT Sol 1 (Foto: Reprodução/DFTE-UFRN)
O astrônomo pondera que determinar a idade de uma estrela é, provavelmente, um dos aspectos mais difíceis da analise, porém espectros de alta qualidade podem ajudar a determinar as idades estelares. O grande espelho de 8,2 metros e a precisão do telescópio Subaru foram essenciais para tornar possível a realização do estudo dos espectros da estrela gêmea.

Satélite captou 530 mil estrelas
A equipe planeja usar o Subaru para continuar a investigação sobre novas estrelas similares ao Sol. "Nos últimos 30 anos, apenas cinco estrelas foram descobertas", informa José Dias do Nascimento. De acordo com o astrônomo, o satélite forneceu a observação de 230 mil estrelas. Usando um método criado na própria UFRN, foram escolhidas as candidatas a gêmea.

"Sobraram 500 estrelas e, dessas, pedimos para observar 30. Analisamos quatro e duas se apresentaram muito parecidas com o Sol, com a diferença que em uma delas o espectro não ficou bom e na outra fico excelente, muito parecido com o Sol. Isso tornou a descoberta ainda mais preciosa", detalha Nascimento, que continuará a investigação. "Agora vamos atacar outras estrelas. Queremos achar a estrela gêmea dois, três e daí por diante".

Pesquisa e descoberta
O anúncio da estrela gêmea solar foi feito na última sexta-feira (17). A descoberta faz parte do artigo intitulado “"The Future of the Sun: An Evolved Solar Twin Revealed by CoRoT", que está aceito para publicação e sairá em breve na revista "Astrophysical Journal Letters" (ApJL).
Estrela gêmea solar fica fora da Via Láctea, galáxia que abriga o sistema solar (Foto: Reprodução/DFTE-UFRN)Estrela gêmea solar é a mais distante da Via Láctea, galáxia que abriga o sistema solar (Foto: Reprodução/DFTE-UFRN)
A equipe de cientistas responsável pela descoberta é composta por José Dias do Nascimento, da UFRN, que lidera o grupo; Jefferson Soares Costa e Matthieu Castro, também da UFRN; Yochi Takeda, do Observatório Astronômico Nacional do Japão (NAOJ); Gustavo Porto de Mello, do Observatório do Valongo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Jorge Melendéz, da Universidade de São Paulo (USP).
Fonte:http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2013/05/pesquisadores-da-ufrn-anunciam-descoberta-de-estrela-gemea-do-sol.html